Febraban Tech: as tendências que guiarão o setor financeiro nos próximos anos

(Imagem: Pixabay)

Nos próximos dias 9 e 11 ocorre o Febraban Tech, evento presencial que se posiciona como o maior de tecnologia e inovação do setor financeiro da América Latina. Passados dois anos sem ser realizado, o antigo Ciab, como era nomeada a conferência, está de volta com muitas novidades. Mas, entre tantos conteúdos e experiências para acompanhar, o que os visitantes devem priorizar?

Para o diretor de Vendas Enterprise para Financial Services na Adobe Experience Cloud, Diogo Caixeta, o plano de fundo é a tecnologia, uma vez que o próprio evento mudou de nome, representando o movimento acelerado de digitalização do setor. “O uso de soluções como IA, machine learning e 5G nos serviços financeiros permeia diversos debates, que vão da segurança ao metaverso”, explica.

fico
rpb-1
PM Fortaleza1

Sob essa perspectiva, o executivo ressalta que a prevenção à fraude e a proteção de dados estão entre os principais assuntos a serem discutidos. “Essa questão da cibersegurança está muito latente para os bancos e usuários, portanto tecnologias e conceitos que resolvam esses problemas devem ser os mais buscados no evento”, informa.

A segurança digital se transforma em um desafio ainda maior para os bancos, quando a inserção de muitos protocolos de validação pode interferir em uma boa experiência digital para o usuário de serviços financeiros. O cliente anseia por resolver seus problemas de forma digital, com quatro ou cinco cliques, mas como o setor financeiro consegue entregar uma jornada fluida e prevenir golpes ou fraudes ao mesmo tempo?

Novamente, a resposta está enraizada em tecnologias robustas como Inteligência Artificial (IA) e machine learning, que podem garantir a privacidade, ao passo que possibilitam uma experiência digital personalizada, fluida e em escala para empresas que têm milhares e milhões de clientes.

O relatório inédito “Adobe Digital Trends 2022: Serviços Financeiros em Foco”, feito no final de 2021, mostra que mais de 80% das instituições financeiras investiram em novas jornadas do consumidor ou estão promovendo mudanças nos últimos 18 meses.

O mesmo estudo classificou as prioridades de tecnologia para as organizações em 2022. Para 65% dos entrevistados, plataformas de gerenciamento de dados de clientes, como, por exemplo, analytics, são as principais. Em seguida estão as soluções de arquitetura de dados corporativos para coleta, governança, privacidade e segurança, listadas como prioritárias por 57% dos respondentes. Já as soluções de jornada do consumidor, como automação de marketing e gestão de campanhas, são prioridade para 50% dos profissionais.

Abaixo, o executivo indica outros temas que merecem atenção dos visitantes no evento:

Cultura Open: o Banco Central tem puxado uma agenda forte nesse sentido, com o Open Finance, o PIX e outras iniciativas que estão para ser implementadas. Para as instituições financeiras, o foco no evento será como gerar novas fontes de receitas e ser mais competitivas nesse cenário, movimentando negócios por meio de plataformas abertas e escaláveis.

Metaverso: como NFTs, web 3.0 e tudo relacionado a esse tema estão sendo endereçados pelo setor financeiro, também figuram entre os destaques do evento. Na visão do executivo da Adobe, o metaverso já é uma realidade e não deve ser ignorado porque representa uma extensão de nosso mundo físico   para as instituições financeiras. Estar lá agora é ter um diferencial competitivo e se preparar para o futuro.

Diversidade: o executivo ressalta que o congresso sempre teve o cuidado de trazer importantes discussões acerca do tema e entende a importância da diversidade para o setor, principalmente em talentos formados em tecnologia que possam trazer uma perspectiva diferente. Por isso, as instituições financeiras devem se inspirar nos painéis para endereçar a questão da diversidade em suas operações de forma ainda mais relevante do que vemos agora.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui