Golpe do Amor: Confira 8 dicas para ficar longe dos golpistas

(Foto: Loe Moshkovska/Pexels)

O clima de amor está no ar com a aproximação do Dia dos Namorados, comemorado no domingo, 12 de junho. Mas, nem todo romance é seguro. O número de pessoas vítimas dos chamados Golpes do Amor só tem crescido nos últimos tempos e já aparecem nas estatísticas em alguns tribunais. A armadilha é muito simples.

O criminoso cria perfis fakes nos aplicativos de relacionamento e aborda possíveis vítimas com um papo envolvente. De acordo com Francisco Gomes Jr., advogado especialista em Direito Digital e Crimes Cibernéticos e presidente da Associação de Defesa de Dados Pessoais e do Consumidor (ADDP), após conquistar a confiança da vítima, o golpista promete supostas vantagens financeiras e acaba por induzi-la a fazer investimentos, transferências financeiras, além do roubo de dados, direcionamento para cliques em links maliciosos, sextorsão (convence a vítima a enviar fotos íntimas para depois chantageá-la), ou seja, tenta aplicar algum tipo de golpe.

FIEC
fico
rpb-1

“O fim é sempre o mesmo. O golpista após ‘conquistar’ a vítima e convencê-la, acaba por desaparecer. São golpes que podem ser evitados, mas muitas vezes as pessoas caem por inocência, distração ou impulso. É preciso desconfiar de grandes vantagens e do vitimismo nos aplicativos, as chances de ser golpe são exorbitantes e as maneiras de aplicá-los fica cada vez mais sofisticada”, explica o advogado.

Para não cair na roubada, partindo o coração e prejudicando a conta bancária o especialista dá algumas dicas muito importantes:

1- A Plataforma Google possui um aplicativo chamado Google Lens. A ferramenta permite que você pesquise a foto do perfil da pessoa, para que possa encontrar perfis com a mesma foto;
2- Leia com atenção os termos de usos dos aplicativos, alguns realizam gravações e fazem monitoramento de conteúdo, deixando o usuário mais vulnerável;
3- Ative sempre os dispositivos de bloqueio em duas etapas nos apps;
4- Desconfie daquelas pessoas que fazem juras de amor logo nos primeiros contatos insistindo para obter informações pessoais;
5- Suspeite se a pessoa pedir dinheiro emprestado ou compartilhar alguma ação de doação;
6- Não aceite um encontro imediato, prefira passar mais tempo conversando antes do encontro presencial para saber mais informações um do outro;
7- Nunca envie fotos comprometedoras. Fotos também são dados pessoais e podem ser expostas;
8- Se achar que é o momento certo, marque o encontro em local público e faça uma chamada de vídeo antes para confirmar se a pessoa é real.

“O criminoso sempre buscará um ponto fraco, um atrativo que faça com que a vítima reduza seu nível de atenção e por impulso tome uma atitude que se pensasse com calma certamente evitaria. O fim não precisa ser o mesmo. Desconfie, pesquise e caso seja vítima de algum golpe, denuncie registrando um boletim de ocorrência com todas as provas existentes”, conclui o especialista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui