Exportações do Pará caem no 1º trimestre, afirma FIEPA

O Pará exportou US$ 4.774.297.433 bilhões de janeiro a março de 2022, fechando o trimestre com uma variação negativa de -26,30%, em comparação com o mesmo período do ano passado. Um dos produtos que apresentou queda em relação a 2021 foi o minério de ferro bruto. Os dados são do Ministério da Economia, analisados e divulgados pelo Centro Internacional de Negócios da Federação das Indústrias do Estado do Pará (CIN/FIEPA).

Com a queda, o estado desceu para a terceira colocação no ranking nacional por saldo, atrás dos estados do Mato Grosso e Minas Gerais. Na análise mensal, em janeiro o Pará exportou US$ 1.440.150.739 bilhões; em fevereiro fechou com US$ 1.357.757.276 bilhões; e em março, US$ 1.976.389.418 bilhões.

fico
rpb-1
PM Fortaleza1

Um dos motivos para que o Estado do Pará tenha caído no ranking nacional por saldo foi o impacto sofrido pela mineração devido à baixa demanda do mercado chinês, principal comprador do minério de ferro exportado pelo Pará. Apesar da baixa apresentada pelo minério de ferro, outros produtos como o minério de estanho e o ferro fundido bruto não ligado apresentaram alta de 457,41% e de 401,60%, respectivamente, tendo como principais destinos a China (ferro bruto), Malásia (estanho) e Estados Unidos (ferro fundido).

Outros produtos se destacaram na balança comercial do Estado, como a madeira, que teve uma alta de 98,44% e valor exportado de US$ US$ 108.555.378 milhões, tendo como principal destino os Estados Unidos; a soja, com um volume de US$ 190.669.468 milhões e variação positiva de 213,56%; e as carnes de bovinos, que fecharam o trimestre com exportações na faixa de US$ 166.368.764 milhões e crescimento de 73,76%, no comparativo com 2021.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui