Instituto Carlos Roberto Hansen fecha 2021 com investimento de R$ 8,4 milhões

Braço social do Grupo Tigre, o Instituto Carlos Roberto Hansen (ICRH), finalizou 2021 com o maior investimento de sua trajetória de 18 anos, R$ 8,4 milhões. São 238 projetos apoiados pelo ICRH, sendo um dos destaques a parceria com o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) para instalação de 500 lavatórios em escolas do Norte e Nordeste.

Segundo o Unicef, com base no Censo Escolar 2020, cerca de 24 mil escolas municipais não têm acesso adequado à água no Brasil, portanto, a iniciativa tem como objetivo amplificar o acesso de estudantes brasileiros ao saneamento.

FIEC
fico
rpb-1

“Acreditamos que por meio de ações com foco em educação e saúde podemos contribuir com o desenvolvimento de crianças e adolescentes. Por isso, selecionamos projetos com foco na melhoria da qualidade do ensino e especialmente em água e saneamento, que agem diretamente no bem-estar e na prevenção de doenças e epidemias. O trabalho segue em 2022 e queremos beneficiar ainda mais pessoas”, afirma Felipe Hansen, presidente do ICRH.

Outra ação foi a Fábrica de Graffiti, que humaniza distritos industriais por meio da arte de rua. Em Rio Claro, onde a Tigre tem o seu maior parque fabril, foram grafitados 3,2 mil metros quadrados. Paralelamente, 180 alunos da rede pública de ensino tiveram workshops sobre a arte do grafite.

O ICRH também patrocinou o documentário “O Futuro das águas, desafio do século”. Dirigido por Camilo Tavares, diretor premiado na França e EUA, e produzido pela Nexo Filmes e pela Lavoura Santa, o curta-metragem apresenta os principais desafios e soluções relacionados à gestão da água no Brasil. Foi exibido em rede nacional, pela primeira vez, na TV Cultura, em março.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui