A realização da Rodada de Negócios veio corroborar o bom momento que o setor vivencia, bem como ratificar o compromisso da Coopercon/CE, FIEC e Sebrae. Foto FIEC
A realização da Rodada de Negócios veio corroborar o bom momento que o setor vivencia, bem como ratificar o compromisso da Coopercon/CE, FIEC e Sebrae. Foto FIEC

Na última quarta-feira, 01 de dezembro, o Observatório da Indústria da Federação do Estado do Ceará organizou o evento ‘Rodada de Negócios da Cadeia da Construção’. O encontro aconteceu no salão aberto da Cobertura da Casa da Indústria da FIEC e teve como objetivo principal conectar ofertantes e demandantes de produtos e serviços da Cadeia Produtiva da Construção, em um ambiente propício à geração de negócios.

A Rodada de Negócios contou com a presença de 15 ofertantes (fornecedores) e 14 demandantes (compradores de construtoras). Os ofertantes foram organizados em 6 mesas redondas, estruturadas por grupos de produtos.

FIEC
ci-1
rpb-1
rpb-1

As mesas foram divididas nos temas: Tijolos, Argamassas, Tintas, Esquadrias, Pré-moldados, Concreto e Aço. A composição foi organizada no formato no qual os compradores visitavam as mesas e recebiam um pitch de 5 minutos de cada fornecedor, momento oportuno para a troca de cartões, aprofundamento sobre os produtos oferecidos e encaminhamentos de novos negócios.

“Foi o primeiro evento no qual fomos e também o primeiro que participo neste modelo, espero que aconteça mais vezes. Ficamos bastante surpreendidos! Creio que criamos boas expectativas de negócios. O Evento foi bem organizado e agradável. Fomos ofertantes no segmento de argamassas colantes e rejuntes, ” afirmou Lucas Corteletti, Gestor da Quartzofix.

Para Diego de Freitas, Gestor da Ceará Cerâmica (Grupo Tavares), o momento somatizou um saldo positivo, uma vez que providenciou o encontro da indústria de tijolos com potenciais parceiros, clientes e construtores.

“A Ceará Cerâmica agradece a FIEC pela iniciativa que muito colabora para o desenvolvimento habitacional de qualidade no nosso estado, uma vez que as construtoras tiveram a chance de conhecer e em breve adquirir nossos tijolos que atendem a todos as normas constitutivas para uma alvenaria duradoura. Integramos o projeto Tijolo Legal, uma iniciativa do Sindcerâmica”, completou Diego.

Segundo Rafael Tavares, Analista de Suprimentos da construtora Dasart Engenharia, os impactos causados pela crise da Covid-19 ainda são latentes na flutuação dos preços e desabastecimento dos principais insumos na construção civil. “

A realização da Rodada de Negócios veio corroborar o bom momento que o setor vivencia, bem como ratificar o compromisso da Coopercon/CE, FIEC e Sebrae para que, construtoras e fornecedores, encontrassem estratégias voltadas ao fortalecimento das parcerias, na importância da cooperação e na busca de soluções e oportunidades de mercado. Foi maravilhoso sentir a energia e vibração de todos os envolvidos, o brilho nos olhos, sorriso largo e a vontade de crescer. Estamos no caminho certo”, evidenciou um dos fornecedores.

Byanca Pinheiro, Coordenadora Técnica do Observatório da Indústria, “o setor da construção e todo o seu encadeamento produtivo foi o tema da rodada por possuir forte importância para o estado, movimentando a economia. O Observatório da Indústria fez um trabalho prévio forte para garantir a presença de empresas regionais com a melhor oferta de produtos e serviços. Além disso, a parceria com o Sebrae, Sinduscon e Coopercon foram decisivas para o sucesso do evento,” concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui