Mossoró, no Oeste Potiguar, terá Sala do Empreendedor totalmente virtual com tecnologia da Rede Participar Brasil

A HUB é pioneira no Rio Grande do Norte e no Nordeste, que tem o intuito de atender o empreendedor e fomentar os comércios locais.
A HUB é pioneira no Rio Grande do Norte e no Nordeste, que tem o intuito de atender o empreendedor e fomentar os comércios locais.

Ser empreendedor é encarar desafios diários e ter a vontade de fazer acontecer, independente das situações de adversidade. Ao empreender, é necessário estar atento às novidades do mercado, que está cada vez mais tecnológico e inovador, diante das várias ferramentas digitais que estão sendo utilizadas.

É pensando em incentivar o empreendedorismo que a Prefeitura Municipal de Mossoró (PMM), maior cidade do Oeste do Rio Grande do Norte, implantará a Sala do Empreendedor. Com um ambiente totalmente virtual e conectado à internet, o empreendedor da cidade poderá dispor de orientações e de informações sobre o empreendedorismo, sem precisar sair de casa.

FIEC
ci-1
rpb-1
rpb-1

O HUB é pioneira no Rio Grande do Norte e no Nordeste, que tem o intuito de atender o empreendedor e fomentar os comércios locais. O secretário Municipal de  de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo, Franklin Filgueira, informa que o projeto tem o intuito de viabilizar o acesso à informação para o micro e pequeno empreendedor.

“A Sala do Empreendedor se apresenta como viabilizadora do acesso à informação para o empreendedor, em especial o micro e pequeno mas não exclusivamente, pois coloca à disposição dele uma série de serviços e fontes críveis de informações formais do mercado e da estruturação da economia local, que vão desde informações creditícias por parte do sistema financeiro, informações sobre a abertura e regularização de negócios, legislação aplicável, demandas do setor público e privado, acesso à estrutura de apoio ao empreendedor disponibilizada pela Prefeitura de Mossoró, que inclui a da própria SEDINT (Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Turismo), a da SEFAZ (Secretaria da Fazenda), a da SEFIN (Secretaria de Finanças), da SEIMURB (Secretaria de Infraestrutura, Meio Ambiente e Urbanismo), dentre outras”,  informa o secretário do Desenvolvimento Econômico de Mossoró.  Neste sentido, o foco da prefeitura é agilizar a comunicação do empreendedor com a estrutura pública municipal e colocar à sua disposição a informação útil necessária à sua estratégia e tomada de decisão,

Franklin Filgueira - Sec. Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo.
Franklin Filgueira – Sec. Municipal de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Turismo.

Ainda de acordo com Franklin Filgueira, essa viabilização está sendo feita por meio de uma parceria entre instituições públicas e privadas, que têm se mostrado de suma importância nesse processo de retomada econômica pós pandemia. “A aproximação do poder público municipal com o setor produtivo se apresenta como um dos fatores determinantes na retomada da economia pós-pandemia, bem como na sustentação do crescimento econômico quando devidamente retomada, a considerar que um ingrediente importante na atividade econômica sempre será a informação”, informa o secretário.

Franklin Filgueira informa ainda que a Sala do Empreendedor possibilita a aproximação de entidades privadas de apoio ao empreendedorismo, como SEBRAE, SENAC, SENAI, FIERN, ACIM, CDL, FECOMÉRCIO, SINDILOJAS e outras, bem como abre a possibilidade também de acesso às instituições de ensino técnico e superior da cidade, que pode franquear sua estrutura de informações internas aos empreendedores e às práticas de educação aplicadas.

“As possibilidades são muitas e, nesse processo de desenvolvimento e implantação, o conceito de levar informação e abrir um canal direto de comunicação deverá ser estendido a outras áreas de interesse ao empreendedorismo. A Sala do Empreendedor é, portanto, um bom exemplo de inovação que leva tecnologia para o relacionamento entre o setor produtivo da cidade e a estrutura pública e privada de apoio, devendo promover facilidade e segurança para os atuais e futuros investidores”, explica.

O secretário de Desenvolvimento Econômico fala também sobre o pioneirismo desse projeto e das parcerias que foram firmadas para desenvolvê-lo. Está sendo muito gratificante participar desse projeto piloto para a Sala do Empreendedor, nessa parceria com a Rede Participar Brasil de Tecnologia, em especial pela abertura que a desenvolvedora nos deu para implementar atividades conforme a nossa visão, muito embora o projeto por si só já tenha sido apresentado a nós bastante completo”, destacou o secretário.

O secretário informa que a expectativa é grande, tanto na obtenção dos parceiros, bancos e instituições, quanto do interesse do empreendedor, que terá à disposição, na tela do seu celular, todo o acesso às informações disponibilizadas pela Sala do Empreendedor, e ainda contará com o gerenciamento das informações e atividades – inclusive com a agenda eletrônica – de forma a se proporcionar suas celeridade e credibilidade, tão necessárias.

O secretário Municipal da Fazenda, Ivo Franklin, informou que o serviço terá o apoio do Sebrae, do BNB e de outros órgãos empreendedores. “Será um serviço disponibilizado no portal da Prefeitura de Mossoró, coordenado pela  Secretaria de Estado de Desenvolvimento de Infraestrutura e dos Transportes (SEDIT), e que integrará os serviços de várias secretarias municipais e deverá contar com o apoio do BNB, Sebrae e outros órgãos de influência para os empreendedores locais”, informou.

Rede Participar Brasil

O projeto, desenvolvido pela Prefeitura de Mossoró, é feito em parceria com a Rede Participar Brasil de Tecnologia, que está disponibilizando a sua tecnologia para idealizar o espaço virtual da Sala do Empreendedor. Silvia Bezerra Pereira, CEO da Rede Participar Brasil, fala sobre essa experiência e sobre os serviços prestados pela empresa à Prefeitura.

“A Sala do Empreendedor conta com a tecnologia da Rede Participar Brasil de Tecnologia. Estamos contentes por participar de um projeto piloto que é o primeiro no estado do Rio Grande do Norte e em todo o Nordeste, e tem o objetivo de fomentar a economia local”, comentou Silvia.

O projeto está em fase de cadastro de serviços, usuários, estrutura organizacional, de parceiros, enfim. Nos próximos dias, será divulgado o processo de acesso às informações e serviços, que funcionarão pela internet a partir do Portal da Prefeitura de Mossoró, através dos órgãos de comunicação social oficiais, sendo inclusive previsto o passo-a-passo para facilitar a vida do empreendedor.

Além de ingressar no projeto Sala do Empreendedor, a Rede Participar Brasil de Tecnologia também presta serviço à Prefeitura de Mossoró com o sistema de ouvidoria. Hoje, a empresa atua em mais de 20 estado do país e, no RN, as soluções tecnológicas atendem ao CREA, CRF, CREF e também à Prefeitura de Tibau do Sul.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui