China barra transações com criptomoedas e faz preço despencar

Com a decisão, todas as transações relacionadas às moedas digitais, como serviços prestados por bolsas offshore para residentes domésticos, são atividades financeiras ilícitas.
Com a decisão, todas as transações relacionadas às moedas digitais, como serviços prestados por bolsas offshore para residentes domésticos, são atividades financeiras ilícitas.

De acordo com o anúncio feito pelo Banco Central da China, todas as transações realizadas com criptomoedas estão proibidas no país. Dessa forma, essas moedas não são fiduciárias e não podem circular no mercado chinês. 

Com a decisão, todas as transações relacionadas às moedas digitais, como serviços prestados por bolsas offshore para residentes domésticos, são atividades financeiras ilícitas. Caso os serviços sejam executados, os funcionários dessas empresas podem ser investigados. 

FIEC
ci-1
rpb-1
rpb-1

Após o anúncio ocorreu uma nova queda generalizada dos preços, com o Bitcoin caindo abaixo de US$ 42 mil, após chegar a tocar na marca de US$ 45 mil durante a madrugada. Por volta das 11h50 (horário de Brasília), a maior moeda digital do mundo recuava 3,5% no acumulado de 24 horas, cotada a US$ 42.536.

O Ethereum (ETH) e a Binance Coin (BNB) sofrem um impacto maior, perdendo cerca de 7% de valor, cotadas respectivamente a US$ 2.916 e US$ 354. Dentre as 10 maiores criptomoedas em valor de mercado, o me

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui