A partir de novembro, a companhia irá solicitar o comprovante de imunização.(Foto de Anna Shvets no Pexels)
A partir de novembro, a companhia irá solicitar o comprovante de imunização.(Foto de Anna Shvets no Pexels)

Ao longo dos meses de setembro e outubro, a GOL Linhas Aéreas irá intensificar ainda mais a sua campanha interna de conscientização e estímulo à vacinação, reforçando junto a todos os colaboradores a importância da imunização. A partir de novembro, a companhia irá solicitar o comprovante de imunização dos seus colaboradores.

A companhia informou que não medirá esforços para que toda a equipe seja imunizada. Atualmente, mais de 80% dos colaboradores da GOL já estão vacinados com pelo menos uma dose.

FIEC
ci-1
rpb-1
rpb-1

“A criação desse novo requisito de Segurança na GOL se apresenta como reforço e aprimoramento dos demais protocolos estabelecidos pela Companhia desde o início da pandemia, os quais são rigorosos, confiáveis, certificados e comprovadamente eficazes. A consciência e o entendimento sobre a importância da vacinação são fundamentais para o restabelecimento do bem-estar coletivo”, afirma Paulo Kakinoff, CEO da GOL.

A companhia aérea informa que ansiou, com alta expectativa, pela disponibilização das vacinas para todos os brasileiros. Uma vez ofertadas, elas são comprovadamente a forma mais eficaz de proteção à vida e de controle da pandemia.

“A vacina é, hoje, o nosso maior trunfo para combater a doença no País e garantir a Segurança do nosso Time, dos Clientes que escolhem voar com a GOL, de nossas famílias e amigos e da comunidade como um todo”, reforça o dr. Mário José Mello Martins, médico do trabalho e gerente de Gente e Cultura da GOL.

A GOL foi a primeira Companhia brasileira a engajar todos os seus Clientes e Colaboradores no uso obrigatório de máscara de proteção a bordo, em abril de 2020. É, ainda, a única aérea a ter a chancela do Hospital Albert Einstein certificando a experiência do Cliente durante toda a jornada de viagem (o selo Einstein Padrão de Qualidade e Segurança Covid-19), entre outras medidas de cuidado e proteção dentro das aeronaves e nos aeroportos.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui