Brasil registra queda de 65,4% na demanda global de voos 

Segundo a Associação, todos os mercados, exceto Brasil e Índia, mostraram melhora da demanda em comparação a março de 2021, com China e Rússia relatando crescimento de tráfego em comparação aos níveis pré-covid.
Segundo a Associação, todos os mercados, exceto Brasil e Índia, mostraram melhora da demanda em comparação a março de 2021, com China e Rússia relatando crescimento de tráfego em comparação aos níveis pré-covid.

Dados da Associação Internacional de Transportes Aéreos apontam que demanda global de voos medida em passageiro-quilômetro pago (RPK) recuou 65,4% sobre igual período de 2019, nível pré-pandemia. As informações são do Jornal O Povo. 

A demanda internacional de passageiros em abril foi 87,3% inferior ao verificado em abril de 2019. Já a doméstica caiu 25,7% na mesma base de comparação. Em abril deste ano, a demanda doméstica no Brasil (RPK) recuou 60,9% sobre igual intervalo de 2019.

FIEC
Ouvidor Online
ci-1
rpb-1

Segundo a Associação, todos os mercados, exceto Brasil e Índia, mostraram melhora da demanda em comparação a março de 2021, com China e Rússia relatando crescimento de tráfego em comparação aos níveis pré-covid.

“A forte recuperação contínua nos mercados domésticos nos diz que, quando as pessoas têm liberdade para voar, elas aproveitam. Infelizmente, essa liberdade ainda não existe na maioria dos mercados internacionais e, quando isso acontecer, estamos confiantes de que veremos um ressurgimento da demanda”, disse em nota o diretor-geral da Iata, Willie Walsh.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui