Apesar de toda a flexibilização da rotina de trabalho ser algo visto como aceitável e produtivo, apenas 30% dos entrevistados consideraram a possibilidade de ter estruturas mais horizontais de gestão.
Apesar de toda a flexibilização da rotina de trabalho ser algo visto como aceitável e produtivo, apenas 30% dos entrevistados consideraram a possibilidade de ter estruturas mais horizontais de gestão.

Pesquisa realizada cinco países da América Latina, incluindo o Brasil, buscou identificar as novas relações de trabalho que estão sendo vivenciadas neste cenário de pandemia. Na pesquisa, realizada com executivos de diferentes nacionalidades, 70% deles consideram que o formato híbrido de trabalho é bem aceito e que pode ser utilizado futuramente, mesmo quando não for mais vivenciada a pandemia.

Apesar de toda a flexibilização da rotina de trabalho ser algo visto como aceitável e produtivo, apenas 30% dos entrevistados consideraram a possibilidade de ter estruturas mais horizontais de gestão. Sendo assim, a maioria dos executivos da América Latina consideram que o melhor modelo de gerenciamento de negócio é baseado no comando e no controle feito de forma presencial.

FIEC
Ouvidor Online
rpb-1
pw-1
FIEC
ci-1
rpb-1
rpb-1

De acordo com a pesquisa, as principais preocupações dos líderes para a continuidade de seus negócios envolvem as incertezas nas projeções econômicas o impacto em seus clientes e o que isto pode trazer para a demanda esperada. Outras preocupações apontadas estão relacionadas com gerar melhorias nas relações com os funcionários e mantê-los seguros independente da queda de produtividade.

A pesquisa que revelou estes dados foi feita pela consultoria Olivia, com 118 executivos, sendo 50% deles diretores executivos (CEOs) ou sócios e 20% de empresas com faturamento anual acima de US$ 1 bilhão.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui