A metodologia é baseada em sete pilares, que representam elementos importantes para o desenvolvimento da carreira: capacidade de avançar, desenvolvimento de competências, estabilidade na empresa, oportunidades externas, afinidade com a empresa, diversidade de gênero e formação acadêmica.
A metodologia é baseada em sete pilares, que representam elementos importantes para o desenvolvimento da carreira: capacidade de avançar, desenvolvimento de competências, estabilidade na empresa, oportunidades externas, afinidade com a empresa, diversidade de gênero e formação acadêmica.

Nesta semana o LinkedIn lançou a lista das LinkedIn Top Companies de 2021, que elenca as 25 melhores empresas para desenvolver a carreira. A quinta edição também apresenta a nova metodologia, que usa dados exclusivos do LinkedIn para descobrir quais empresas atraem mais talentos e prestigiar aquelas que de fato investem em seus talentos. Essas 25 empresas ajudam os seus funcionários a desenvolver uma base profissional sólida, preparando para o sucesso na empresa ou fora dela.

A metodologia é baseada em sete pilares, que representam elementos importantes para o desenvolvimento da carreira: capacidade de avançar, desenvolvimento de competências, estabilidade na empresa, oportunidades externas, afinidade com a empresa, diversidade de gênero e formação acadêmica.

Slider

Confira a lista 25 #LinkedInTopCompanies no Brasil

Informações sobre a empresa, como competências e principais localidades, são obtidas do LinkedIn Talent Insights e refletem somente os usuários do LinkedIn.

  1. Itaú Unibanco
  2. Basf
  3. Bradesco
  4. Daimler AG
  5. SAP Software
  6. Sanofi: Industria Farmacêutica
  7. Banco Santander
  8. DellTechnologies
  9. CNH Industrial
  10. TheKraftHeinzCompany
  11. WEG
  12. JPMorgan Chase & Co.
  13. GE Engenharia Mecânica ou Industrial
  14. Mondelés Internacional
  15. Procter & Gamble
  16. Energisa
  17. JBS
  18. Telefônica Vivo
  19. Mc Kinsey Company
  20. Citi
  21. BAT
  22. B3
  23. Facebook
  24. Pfizer
  25. Servier Não foi fornecido texto alternativo para esta imagem

Metodologia

A metodologia usa dados do LinkedIn para classificar empresas com base em sete pilares que comprovadamente levam à evolução na carreira: capacidade de avançar, desenvolvimento de competências, estabilidade da empresa, oportunidades externas, afinidade com a empresa, diversidade de gênero e formação acadêmica. O avanço profissional acompanha promoções de funcionários dentro da empresa, assim como quando são contratados em outras empresas, com base em cargos padronizados. O desenvolvimento de competências analisa como os funcionários de toda a empresa estão adquirindo habilidades enquanto trabalham na mesma, utilizando as competências padronizadas do LinkedIn. A estabilidade na empresa acompanha a rotatividade no último ano, bem como a porcentagem de funcionários que permanece na empresa por pelo menos três anos.

Para se qualificarem, as empresas deveriam ter pelo menos 500 funcionários em 31 de dezembro no país/região em questão. Além disso, a rotatividade e as demissões de funcionários não podem ser superiores a 10% (com base nos dados do LinkedIn e comunicados ao público, respectivamente). Apenas empresas controladoras aparecem na lista; subsidiárias com participação majoritária e dados associados são agregados em sua pontuação total. Todas as contagens de dados são normalizadas com base no tamanho da empresa em todo o conjunto de empresas qualificadas para a lista. O prazo de aplicação da metodologia é de 1º de janeiro de 2020 a 31 de dezembro de 2020.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui