Estima-se que 38 mil pessoas foram incluídas no Fundo para Vítimas de Madoff do Departamento de Justiça. Foto: Istoé
Estima-se que 38 mil pessoas foram incluídas no Fundo para Vítimas de Madoff do Departamento de Justiça. Foto: Istoé

Morreu nesta quarta-feira, o norte-americano Bernard “Bernie” Madoff, autor do maior golpe financeiro da história, aos 82 anos. A informação foi confirmada pela Agência Federal de Prisões dos Estados Unidos, que ainda vai avaliar qual foi a causa da morte do financista. Madoff foi condenado em 2009 a 150 anos de prisão por orquestrar um esquema Ponzi, um esquema de pirâmide, com danos estimados entre US$ 25 bilhões e US$ 63 bilhões. O financista estava cumprindo a pena na Prisão Federal FMC Butner, situada na Carolina do Norte, EUA.

O ex-empresário sentenciado a 150 anos de prisão após crimes descritos pelo juiz Denny Chin como “um mal extraordinário” e que estão além da comparação com qualquer outro crime de colarinho branco. Madoff se declarou culpado por 11 crimes em 2009.

FIEC
Ouvidor Online
rpb-1
pw-1
FIEC
ci-1
rpb-1
rpb-1

Madoff sofria de doença renal e solicitou a libertação antecipada da prisão no ano passado – dizendo que tinha menos de 18 meses de vida – mas Chin negou sua libertação.

Estima-se que 38 mil pessoas foram incluídas no Fundo para Vítimas de Madoff do Departamento de Justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui