Ford vai fechar todas as fábricas no Brasil e encerrar produção no país
Foto: divulgação

Serão fechadas três fábricas em funcionamento encerrando toda a produção no país. As atividades em Camaçari (BA) e Taubaté (SP) vão ser interrompidas já nos próximos dias. A planta da Troller, que fica em Horizonte (CE), será desativada ao longo do ano.

Com o encerramento das atividades fabris, a montadora manterá em solo nacional apenas o centro de desenvolvimento de produto, que fica na Bahia, a sede regional em São Paulo e o campo de provas de Tatuí (SP). A decisão de fechar as linhas de manufaturas brasileiras segue uma reestruturação dos negócios na América do Sul.

O corte anunciado inclui a demissão de 5.000 trabalhadores no Brasil e na Argentina; a produção em Camaçari (BA) para imediatamente e governo do estado diz que sonda chineses como alternativa.

Em comunicado, a Ford informa que tomou a decisão após anos de perdas significativas no Brasil. A multinacional americana acrescenta que a pandemia agravou o quadro de ociosidade e redução de vendas na indústria.

As vendas dos modelos nacionais da Ford ficarão restritas ao disponível em estoque. Depois disso, os veículos da marca comercializados no país deverão ser importados da Argentina e do Uruguai. Na prática, quatro modelos deixarão de ser fabricados no país: Ford Ka, Ka Sedan, EcoSport e Troller T4. A marca garante que manterá a assistência total ao consumidor com operações de vendas, serviços, peças de reposição e garantia para os clientes no país.

A partir da reestruturação, a Ford prevê um impacto de aproximadamente US$ 4,1 bilhões em despesas não recorrentes, incluindo cerca de US$ 2,5 bilhões em 2020 e US$ 1,6 bilhão em 2021. Aproximadamente US$ 1,6 bilhão será relacionado ao impacto contábil atribuído à baixa de créditos fiscais, depreciação acelerada e amortização de ativos fixos. Os valores remanescentes de aproximadamente US$ 2,5 bilhões impactarão diretamente o caixa e estão, em sua maioria, relacionados a compensações, rescisões, acordos e outros pagamentos.

Nota Oficial

No site oficial brasileiro, a Ford apresenta um comunicado como justificativa de que os critérios foram a “persistente capacidade ociosa da indústria e redução das vendas na América do Sul, especialmente no Brasil.” e informa que “a Ford planeja anunciar em breve novos modelos para o Brasil, incluindo um novo veículo híbrido plug-in, com expansão dos serviços conectados e introdução de novas tecnologias autônomas e de eletrificação. “

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui