Boeing 727-200F da Total Linhas Aéreas é o avião comercial mais antigo em operação no Brasil
Fonte: Divulgação

O avião comercial mais antigo em operação no Brasil foi fabricado em 1976. A aeronave completará 45 anos em maio de 2021. O Boeing 727-200F da Total Linhas Aérea  foi originalmente produzido para o transporte de passageiros, mas em 1997 foi convertido em cargueiro.

O Boeing está no país desde 2007, quando foi incorporado à frota da Total Linhas Aéreas. A companhia o descreve como “uma aeronave com tradição e história, amplamente utilizada no segmento de carga aérea, presente nas maiores companhias no mundo”

Apesar da idade avançada, o Boeing 727-200F tem todos os requisitos de segurança para permanecer em atividade. Segundo o RAB – Registro Aeronáutico Brasileiro, da Anac – Agência Nacional de Aviação Civil, o último Certificado de Aeronavegabilidade, que atesta as condições operacionais do avião, foi emitido em julho de 2019 e tem validade até abril de 2023.

O avião tem capacidade de carga de 25 toneladas e autonomia de voo de 3.300 quilômetros, com número de série 21.200. O avião foi entregue à Hughes Airwest, antiga companhia aérea dos Estados Unidos, em agosto de 1976. Em 1980, a Hughes Airwest foi comprada pela Republic Airlines e recebeu a pintura da nova companhia aérea.

Em 1986, o Boeing 727-200 mudaria novamente de operador. Desta vez, a Republic Airlines foi comprada pela Northwest Airlines e o avião mudou novamente sua pintura.

O Boeing voou pela Northwest até 1997. Após completar 21 anos no transporte de passageiros, o Boeing 727-200 foi convertido para o transporte de carga e transferido para a Express One International, uma companhia aérea de carga baseada na Flórida (EUA).

Entre 2002 e 2007, voou pela Custom Air Transport antes da Total Linhas Aéreas incorporá-lo.  No Brasil, o Boeing 727-200 é utilizado pela Total especialmente para o atendimento da Rede Postal Noturna dos Correios, mas também pode ser utilizado eventualmente para outros fretamentos de cargas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui