Projeto propõe plano de emergência para entrega de remédios a portadores de doenças crônicas

Projeto propõe plano de emergência para entrega de remédios a portadores de doenças crônicas

Começou a tramitar nesta quinta-feira (24), na Assembleia Legislativa do Ceará, um Projeto de Lei, de autoria do deputado Queiroz Filho (PDT), que dispõe sobre um plano de emergência para a entrega regular de remédios a portadores de doenças crônicas durante a pandemia do Covid-19.

O Ceará vive as consequências da pandemia do novo coronavírus e sabemos que as pessoas incluídas no grupo de risco são as mais afetadas. Com a ampliação do prazo dos receituários, podemos evitar com que as pessoas do grupo de risco, que necessitam de medicamentos para o uso contínuo, se desloquem de suas residências e se exponham ao risco de contaminação”, explica Queiroz Filho.

O Projeto de Lei busca acrescentar o Parágrafo único ao Art 1° da Lei N° 17.241, de 21 de julho de 2020, para que os receituários de medicamentos sujeitos à controle especial, que contenham a indicação de uso contínuo ou o período de tratamento superior a trinta dias, tenham validade de até 12 meses, a contar da data de emissão, desde que com prescrição médica.

ICMS para a Saúde

O deputado Queiroz Filho também enalteceu a iniciativa do Governo do Ceará que altera as regras de distribuição do ICMS para os municípios cearenses, aumentando de 5% para 15% o repasse para as prefeituras que melhorarem os índices de saúde.

“Parabenizo o governador Camilo Santana e o secretário da Saúde, Dr. Cabeto, por esta medida necessária. Este é um reflexo do que já é feito na educação, em que fomos o primeiro estado do Brasil a regulamentar a distribuição do ICMS aos municípios com base nos indicadores de melhoria da área. A medida impactou de maneira positiva na qualidade do ensino cearense ao longo dos últimos anos e, não tenho dúvidas que os resultados também serão positivos na saúde”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui