Bilionário oferece ilha no Caribe como garantia para evitar colapso no seu grupo

A Virgin Atlantic e a Virgin Australia precisam de suporte do governo para sobreviver à crise econômica causada pela pandemia de coronavírus. O fundador e bilionário Richard Branson (foto) disse nesta segunda-feira que vai oferecer a Necker Island, ilha de sua propriedade no Caribe, como garantia para obter empréstimo do Reino Unido, segundo informou a CNN.

Necker Island é uma ilha de 30 hectares nas Ilhas Virgens Britânicas, ao norte da Virgin Gorda. A terra da ilha é de propriedade exclusiva do presidente do Virgin Group, e faz parte do portfólio de propriedades de luxo da Virgin Limited Edition.

“Se a Virgin Australia desaparecer, a Qantas terá efetivamente o monopólio dos céus australianos”, disse Branson, que já investiu US$ 250 milhões nas companhias do grupo Virgin desde o início da pandemia.

Segundo Branson, a Virgin Atlantic buscará um empréstimo comercial do governo do Reino Unido, que será reembolsado, sem fornecer detalhes de quanto dinheiro ele precisa. “A realidade dessa crise sem precedentes é que muitas companhias aéreas ao redor do mundo precisam de apoio do governo e muitas já receberam. Sem ela, não haverá mais concorrência e centenas de milhares de empregos serão perdidos, além de conectividade e enorme valor econômico “, afirmou.

As proibições de viagens e os bloqueios em todo o país fizeram com que a aviação global quase parasse, levando dezenas de companhias aéreas a pousar aviões e colocar os trabalhadores em licença sem vencimento.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui