Modern Logistics recebe aporte de US$ 65 milhões para expandir operações

A HIG Capital, especializada em investimentos em private equity anunciou nesta segunda-feira (6) que investiu, através de dívida conversível, na Modern Logistics, empresa brasileira de serviços de logística. Os termos não foram divulgados.

A Modern Logistics, uma das poucas empresas do Brasil a ter sua própria operação de carga aérea totalmente integrada, dedicada a recursos de longa distância, sensíveis ao tempo e de armazenamento, foi fundada pelo ex-vice-presidente da JetBlue e cofundador da Azul Airlines, Gerald Lee. A empresa é apoiada pela DXA Investments, uma empresa de investimentos em private equity e venture capital.

“Esta transação confirma nosso compromisso com a região. Estamos muito animados para trabalhar ao lado de Gerald Lee e a DXA Investments, levando a Modern Logistics ao próximo nível”, comentou Fernando Marques Oliveira, diretor administrativo da HIG Capital América Latina.

“Estamos empolgados com a participação da HIG em nosso futuro. A Modern está transformando o Brasil criando a rede logística mais eficiente da região”, disse Gerald Lee, CEO e Fundador da Modern Logistics.

Incluindo essa emissão de dívida conversível, a Modern captou US$ 65 milhões em financiamento da HIG e de outros investidores. A Modern espera arrecadar até US$ 150 milhões, a serem utilizados nas necessidades de capital de giro para sua expansão.

“Conseguir garantir esse investimento durante esse período difícil é excelente. Parabenizamos Gerald e a equipe da Modern, que continuará gerando empregos, reduzindo distâncias e conectando produtores com clientes em um país que não possui infraestrutura ”, disse Oscar Decotelli, CEO e fundador da DXA Investments.

A Modern Logistics é a única empresa de logística de balcão único no Brasil. A empresa possui 8 centros de distribuição, mais de 14.000 caminhões conectados à sua rede e opera sua própria operação de carga aérea, com uma frota atual de 4 aeronaves.

A abordagem de Modern permite que as empresas usem sua plataforma exclusiva para criar empregos, reduzir ineficiências e chegar a novos clientes em um mercado estimado em US$ 150 bilhões.

(AeroIn)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui