Startups de aluguel de carros fazem malabarismos entre modelos de receita para aumentar o lucro

Na Índia, tem aumenta a pressão dos investidores nas empresas iniciantes no setor justamente no momento que buscam um modelo de receita sustentável, afetando o financiamento.

As startups de aluguel de veículos que operam frotas de quatro rodas tiveram um tempo difícil nos últimos dois anos. Pois, os empreendedores ainda estão experimentando vários modelos de receita, como assinaturas e franquias.

As principais, Zoomcar e Drivezy, em operação entre 2012 e 2013, interromperam suas rodadas de financiamento, disseram três investidores que participaram das negociações. A Zoomcar também está explorando uma opção para se fundir com seus concorrentes, segundo relatos.

Em 2019, o Drivezy manteve conversações com o SoftBank e a Amazon, mas ambas falharam e reduziu sua rodada de financiamento dos US$ 100 milhões que estava olhando no início de 2019 para menos da metade. A startup agora pretende captar entre US$ 35 e US$ 40 milhões. Atualmente, o Drivezy está avaliado em cerca de US$ 200 milhões.

Em fevereiro, o portal de notícias digitais Entrackr informou que a Zoomcar manteve conversas semelhantes sobre fusões com a startup de aluguel de carros Revv, baseada em Gurgaon.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui