Itapemirim vai criar companhia aérea

O plano da empresa é disponibilizar um novo tipo de serviço ainda indisponível no mercado para integrar o ônibus e o avião.

O empresário Sidnei Piva, presidente da empresa de viação Itapemirim, anunciou um aporte de R$ 2,1 bilhões de um fundo soberano dos Emirados Árabes Unidos. A informação é de agências de notícias que estavam presentes no encerramento da missão empresarial aos EAU.

Segundo Piva, o investimento será usado na criação de uma companhia aérea que deve receber as primeiras aeronaves comerciais para passageiros no início de 2021.

O plano de negócio da nova empresa é disponibilizar um novo tipo de serviço ainda indisponível no mercado com o objetivo de integrar o ônibus e o avião para transporte de carga e passageiros, segundo publicado pela Folha de S. Paulo.

Piva planeja participar das duas concessões de 21 aeroportos regionais do estado e adquirir “um ou dois lotes que o governo de São Paulo acaba de lançar”, disse.

Segundo a Folha, a empresa já fechou a encomenda de 35 aeronaves da fabricante canadense Bombardier de dois modelos: 15 unidades com capacidade para 80 passageiros e o restante para 100.

Missão Empresarial

A Itapemirim faz parte do grupo de empresas que participaram de uma missão empresarial no país do Oriente Médio e celebraram investimentos que podem movimentar R$ 14 bilhões nos próximos 12 meses, segundo disse o governador de São Paulo, João Dória (PSDB-SP), que acompanhou e coordenou a missão.

Doria e as empresas brasileiras se reuniram com gestores dos grupos Mubadala e Abu Dhabi Investment Authority (ADIA), principais e maiores fundos soberanos dos Emirados, mas a Itapemirim não deixou claro de qual fundo recebeu o aporte.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui