A China divulgou seus dados de crescimento econômico em 2019. O PIB avançou 6,1% no ano passado, a taxa mais baixa em 29 anos, o que atesta tanto a progressiva desaceleração do gigante asiático quanto a velocidade vertiginosa nas últimas décadas. 2019 foi o ano menos dinâmico desde 1990, quando a instabilidade política e social posterior ao massacre de Tiananmen reduziu o crescimento para 3,9%.

O episódio, ocorrido em maio de 1989, também afetou o crescimento do ano anterior (4,2%). Desconsiderando ambos os resultados, para encontrar um número inferior ao publicado nesta sexta-feira temos de retroceder 38 anos, a 1981, quando o PIB avançou 5,1%.

Mesmo com a redução, a China continua como o segundo maior protagonista das grandes potências econômicas mundiais.

(El País)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui