Atualmente a assinatura mais acessível da Netflix sai pelo preço de R$ 21,90. Com alguns centavos abaixo desse valor é possível contratar dois serviços de streaming de outras empresas. O Amazon Prime Video (R$9,90) e o Apple TV+ (R$9,90). Ainda que estes não tenham um catálogo tão vasto, oferecem filmes e séries exclusivos, da mesma forma que a concorrente, mas pela metade do preço.

No caso do Prime Video, a assinatura vem ainda acompanhada de frete grátis para compras feitas por meio da varejista online, além de descontos e mais serviços de streamings, como o de música, o de livros e o de revistas digitais. Já no Apple TV+, quando se compra um novíssimo iPhone 11, o serviço se torna gratuito por um ano inteiro, liberando também o acesso ao canal de jogos e de notícias criados pela marca.

Mas como é possível esse preço tão baixo? O CEO da Apple, Tim Cook, ofereceu uma resposta simples quando os investidores perguntaram a mesma coisa, durante uma reunião na semana passada: “Gostaríamos que o maior número possível de pessoas assistissem nosso conteúdo. E, portanto, isso nos permite focar na maximização de assinantes, principalmente no lançamento”. Em resumo: a meta é ganhar muitos assinantes em pouco tempo

(Veja)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui