DICAS PARA EMPREENDER EM CASA SÓ COM UM COMPUTADOR


Passou o tempo em que ter um negócio expressaria investir pesado em sedes gigantescas ou amplos estoques. Atualmente diversas opções de empreendimentos que precisam apenas de um computador básico, uma boa internet e principalmente uma estratégia para darem certo. Então, vamos verificar 7 dicas de como fazer isso na sua residência:

1. Educação

Para os empreendedores que possuem algum tipo de conhecimento, é possível dar aulas particulares por meio de softwares como o Skype; por plataformas de conteúdo, como blogs e e-books; ou por marketplaces de troca de conhecimento, como a rede social Bliive.

As possibilidades são infinitas: você pode ensinar culinária, idiomas, instrumentos musicais, matérias escolares ou conhecimentos de sua especialidade, na forma de consultorias online.

2. E-commerce de produção própria

Talvez uma das formas mais conhecidas de empreendimentos digitais sejam as lojas online. A dica aqui é criar e-commerces de nicho, com base em suas habilidades. É possível vender desde artesanatos até marmitas e snacks por uma plataforma própria, por marketplaces como Elo7 ou pelas redes sociais.

3. Marketing e mídias digitais

A área de marketing e mídias digitais poderia ser incluída em serviços feitos por autônomos ou em educação. Empreendimentos como uma agência de gestão de mídias digitais podem ser criados e tocados da própria residência, bastando um computador e um Smartphone com conexão à internet para operar.

4. Revenda em marketplaces

Além do e-commerces com produção própria, outra alternativa é a revenda de produtos. É possível fazê-la investindo em uma loja online e estoque próprios, mas uma modalidade mais recente e especialmente simples é ter uma página em marketplaces como Submarino e Magazine Luiza.

Nelas, o vendedor ativa sua rede de contatos e ganha uma comissão sobre as vendas realizadas. As plataformas se preocupam com o estoque e a logística.

5. Saúde preventiva

Com o envelhecimento progressivo da população, o mercado de saúde fica cada vez mais aquecido. É possível empreender de diversas formas, desde a produção de conteúdo para alimentação, corpo, postura e pensamentos até o desenvolvimento de equipamentos e softwares que auxiliam na medicina preditiva.

6. Serviços autônomos

Empreendedores que queiram empreender no meio digital podem aproveitar a experiência adquirida como funcionários na hora de criarem seus negócios. Profissões autônomas, como advogados, contadores, corretores de seguros e programadores podem oferecer seus serviços a uma ou mais empresas por meio da internet. Para isso, invista em um site atraente e informativo, ressaltando seu histórico no mercado, e em uma divulgação precisa.

7. Viagens personalizadas

O setor de turismo é outro que pode se beneficiar da presença digital. Alves, da ABComm, ressalta que é possível criar um empreendimento que personalize o roteiro de viagem dos consumidores a partir de perguntas simples – algo que seria um diferencial diante de plataformas de procura por passagens e pacotes, que já são abundantes pela internet.

(Fonte: Revista Exame)

Comentários