XP MULTADA POR PRETERIR ORIENTAÇÃO DOS CLIENTES

https://drive.google.com/uc?export=view&id=1gFzeSZnyqdsb2Rtg-a7-SJkBIVussr1v

“Inovar e lutar contra o status-quo custa caro no Brasil". Assim, o presidente da XP Investimentos, Guilherme Benchimol, inicia um post nas redes sociais após vir a público que a BSM, o órgão de autorregulação da B3, condenou a instituição a uma multa milionária pelo fato de a XP dar liquidez às ordens de seus clientes de varejo em minicontratos futuros de Ibovespa e de dólar, por meio de algoritmos, com registro posterior na bolsa.

O órgão autorregulador da bolsa de valores condenou a corretora XP Investimentos a pagar uma multa de mais de 10 milhões de reais, de acordo com informações do portal JOTA. A condenação se refere ao uso de algoritmos que favoreciam a empresa em detrimento de seus clientes. Em outras palavras, a corretora é acusada de operar contra os investidores.

O valor final, no entanto, ainda não foi definido pela BSM Supervisão de Mercados. O montante será corrigido a partir da data da infração até o dia do pagamento.

Fundada por Guilherme Benchimol, a XP teria lucrado cerca de 117 milhões de reais entre 2016 e 2018 ao atuar como contraparte dos investidores, intermediando as ordens enviadas e obtendo ganhos em seguida, de acordo com o site.


O processo administrativo disciplinar ainda não se tornou público. A decisão da BSM não prevê possibilidade de recorrer. A XP apenas pode solicitar esclarecimentos caso entenda que houve obscuridade. 


(EXAME) 

Comentários