TENDTUDO ENCERRA ATIVIDADES EM PERNAMBUCO


A rede de varejo de material de construção TendTudo encerra, nesta quarta-feira (21), suas atividades em Pernambuco. Com isso a empresa fecha suas duas lojas no Estado, a do bairro da Imbiribeira, no Recife, e a dos Bultrins, em Olinda.

O Jornal do Commercio conversou com funcionários da loja no Recife, que confirmaram o encerramento das atividades da empresa no Estado, mas não quiseram gravar entrevista. A reportagem tentou contato com a matriz da empresa, que fica em Goiás, mas não obteve retorno.

Em 2018, a TendTudo contava com 120 funcionários diretos e 50 indiretos, em Pernambuco. Em todo o Brasil, as operações da rede – 26 lojas e sete centros de distribuição – empregavam dois mil colaboradores no mesmo ano.

O fechamento de lojas da rede não acontece apenas em Pernambuco. No Ceará, a TendTudo também deve fechar suas duas lojas em Fortaleza. Nessa terça (20), a empresa chegou a realizar um saldão com até 70% de desconto nos materiais vendidos na capital cearense, o que gerou filas enormes e tumultos, segundo o jornal O Povo.

Em seu perfil oficial no Instagram, a TendTudo afirmou que as suas lojas no Maranhão também tiveram as atividades encerradas. "Nossas lojas do Maranhão tiveram sim as atividades encerradas, agradecemos a parceria e confiança que teve conosco durante esses anos", escreveu respondendo a um internauta.

À outra internauta, a rede informa o fechamento de algumas de suas lojas e agradece a parceria dos consumidores. "Algumas de nossas lojas tiveram sim as atividades encerradas, agradecemos a parceria e confiança que tive conosco durante esses anos."

No canal 0800 da TendTudo, uma gravação informa que lojas do Espírito Santo também foram fechadas.

HISTÓRICO

A Tendtudo foi fundada em 1987 pela Alcoa Alumínio. Em 1997, a empresa foi vendida por aproximadamente US$ 20 milhões para as companhias norte-americanas South American Private Equity Growth Fund, TCW/Latin American Partners e a seguradora MetLife. Em 2010, fundiu-se com a Casa Show, do Rio de Janeiro, fundada pelo grupo Sendas, na holding BR Home Centers.

(Jornal do Commercio)

Comentários