HÁ 110 ANOS NASCIA BURLE MARX

https://drive.google.com/uc?export=view&id=1jI5Y305lCr4hmYTUCwnOXpWwrsVCxHMS

Há 110 anos nascia o paulistano Roberto Burle Marx. Foi um dos maiores expoentes das artes plásticas e é internacionalmente reconhecido por suas obras de paisagismo, com uso de vegetação nativa. Em 1930 entrou para a Escola Nacional de Belas Artes no Rio de Janeiro.

Era o quarto filho da recifiense Cecília Burle, membro da tradicional família pernambucana de ascendência francesa Burle Dubeux, e de Wilhelm Marx, judeu alemão nascido em Estugarda e criado em Tréveris.

A mãe, exímia pianista e cantora, despertou nos filhos o amor pela música e pelas plantas. Roberto a acompanhava, desde muito pequeno, nos cuidados diários com as rosas, begônias, antúrios, gladíolos, tinhorões e muitas outras espécies que plantava no seu jardim. 

Aos 19 anos, Burle Marx teve um problema nos olhos e a família se mudou para Alemanha em busca de tratamento. Permaneceram na Alemanha de 1928 a 1929, onde Burle Marx entrou em contato com as vanguardas artísticas. Lá conheceu um Jardim Botânico com uma estufa mantendo vegetação brasileira, pela qual ficou fascinado.

As diversas exposições que visitou e, dentre as mais importantes, a de Pablo Picasso, Henri Matisse, Paul Klee e Vincent Van Gogh, lhe causaram grande impressão, levando-o à decisão de estudar pintura.


Comentários