GOVERNO FAZ CORTE DE R$ 366 MILHÕES E MANTÉM CUSTOS COM DESVIO DE FINALIDADE

https://drive.google.com/uc?export=view&id=1U4oDw7biiQ25HF34PbxjATq4mvS6MXvy


A redução nas despesas da pasta da Economia, que sofreu um contingenciamento de 34,8% neste ano, incluem limitação do expediente de 8h às 18h e corte de cafezinho. Um remanejamento de R$ 1,8 bilhão em recursos para atividades prioritárias do ministério, como os sistemas da Receita Federal e do INSS, também está previsto. Segundo o Estadão, a falta de recursos poderia levar a Receita Federal a desligar todos os seus sistemas informatizados a partir do dia 25 de agosto. O que causa estranheza é o governo não reduzir custos na CGU com a produção e distribuição de softwares gratuitos concorrendo com o setor privado, gerando desemprego, queda na arrecadação e desinvestimento. É papel do governo produzir software? Será que, também, vai produzir ambulância para enviar aos municípios? Parece!


Comentários