MUSK ACREDITA QUE EM 5 ANOS AERONAVE ELÉTRICA JÁ SEJA REALIDADE



Elon Musk, CEO da Tesla, começou a discutir o potencial dos aviões elétricos, que ele acha que poderiam ser viáveis em cerca de 5 anos. A discussão aconteceu no Twitter, quando um streamer do Twitch questionou sobre a possibilidade de eletrificar aeronaves.

"É possível para aviões voarem alimentados por uma bateria? Ou não existe uma bateria forte o suficiente ainda?". O CEO respondeu: “Sim, mas o alcance ainda é um pouco limitado. Isso vai mudar nos próximos anos à medida em que a densidade da energia das baterias melhora"

Levando em conta a resposta de Musk, podemos assumir que o CEO já fez alguns estudos sobre o assunto. Isso não quer dizer que a Tesla deva se envolver na produção de aviões elétricos, mas talvez a empresa possa ajudar na criação de uma bateria mais poderosa.

A discussão não parou por aí. O CEO da Tesla ainda disse que o queresone "tem densidade de energia muito maior do que o Li-ion, mas os motores elétricos pesam muito menos e convertem a energia armazenada em movimento melhor do que os motores a combustão". Ou seja, os ganhos de eficiência significam que você não precisa de tanto potencial energético.

Há 10 anos, quando Musk revelou que tinha um projeto para uma aeronave VTOL ("Decolagem e Aterragem Vertical") elétrica, ele estimou que as baterias Li-Ion precisariam atingir uma densidade de energia de 400 Wh/kg para que elas superassem o querosene de aviação e seu avião elétrico fosse viável. Hoje, as células estão atingindo cerca de 300 Wh/kg de densidade de energia.

Musk também não é o único que acredita no potencial dessas aeronaves. Ultimamente, temos visto muitos projetos desse tipo, com o avião todo-elétrico Pipistrel Alpha Electro e o eFusion da Magnus com a Siemens. Parece que essas empresas já estão construindo todos os subsistemas necessários, para que estejam prontos quando a tecnologia das baterias chegar ao ponto necessário.

Parece improvável, contudo, que a Tesla entre no negócio de aviões. Mas de qualquer forma, uma bateria mais densa melhoraria até o negócio principal da empresa de carros elétricos. Se a densidade energética da bateria melhorar em mais de 30% nos próximos 5 anos, os EVs ficariam mais baratos, leves e com potencial para maior alcance.

(Eletrek)

Comentários