https://drive.google.com/uc?export=view&id=1kkvbzqL547miqg_0nSAUpO1x98lgvFJv


O empregador não trabalha só 8 horas por dia, trabalha 10, 12 ou até mais se precisar;


Não tem férias e nem 13º;


Não tem sossego, acorda e dorme pensando em inovar no seu negócio;

Alegra-se quando gera mais postos de trabalho;


Diante de muitas dificuldades econômicas o empregador luta para manter sua empresa em pé;


Carrega nas costas a responsabilidade de manter íntegro o seu nome, o nome de sua família e o nome da sua instituição perante a sociedade, clientes internos, clientes externos e justiça;


Precisa saber contratar, comprar, vender, faturar, receber e garantir que vai pagar tudo em dia;


Acordar todos os dias com o peso e a responsabilidade de inúmeras famílias sobre seus ombros não é para qualquer um! Tem que ser iluminado, protegido pela fé e determinado;


Nada mais justo que um dia a recompensa por aceitar os desafios desta vida venha e que o empregador colha a prosperidade que plantou com seu suor por muitos anos;


Não podemos deixar de citar “os bons e dedicados parceiros trabalhadores”. Sem eles, os realmente dedicados, os negócios não caminhariam sozinhos. A parceria trabalhador e empregador deve funcionar com a precisão de um relógio para o sucesso de ambos. Quando a empresa cresce o bom colaborador também acende com comissões, promoções etc.. No momento atual, de recessão e com quase 14 milhões de brasileiros desempregados, trabalhadores e empregadores estão no mesmo barco de sobrevivência.


Neste dia do trabalho, homenagens aos guerreiros que seguram esse País driblando as malucas leis, taxas absurdas, instabilidade política, insegurança jurídica, índices inconsistentes, cobranças demasiadas, exigências exageradas e desafios constantes, mas que não desistem nunca!


*Autor Desconhecido

Sistema RPBrasil de Comunicação

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui