GRANDES CORPORAÇÕES JÁ ANUNCIARAM DOAÇÕES PARA A RECONSTRUÇÃO DE NOTRE-DAME

https://drive.google.com/uc?export=view&id=1rm4ofbuQCSW0rzmDpQ0PS_0Gc7h-aXFU
Mesmo com pouco tempo desde o ocorrido, as doações se multiplicam para restaurar a Notre-Dame, em Paris, após o incêndio que destruiu parte da catedral na segunda-feira (16). Mesmo sem uma avaliação completa dos estragos e custos de reconstrução, já foram arrecadados em poucas horas mais de 600 milhões de euros (ou R$ 2,6 bilhões).

Dois grandes empresários franceses do setor do luxo fizeram doações que, somadas, ultrapassam R$ 1 bilhão. Bernard Arnault, dono do grupo LVMH, que tem como marcas Louis Vuitton e Dior, anunciou nesta terça-feira uma contribuição de 200 milhões de euros (cerca de R$ 875 milhões).

A gigante de cosméticos L’Oréal, anunciou que está doando 200 milhões de euros. A companhia francesa de petróleo Total, também participa com 100 milhões de euros e pelo menos dois dos grandes bancos franceses também doaram milhões de euros. O Société Générale prometeu 10 milhões de euros e o Crédit Agricole anunciou doação de 5 milhões de euros. 

François Pinault, dono do grupo Kering (Saint-Laurent e Gucci), já havia doado na noite de segunda-feira, enquanto os bombeiros ainda lutavam contra o fogo, 100 milhões de euros (cerca de R$ 440 milhões).
(BBC Brasil)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui